TV & Famosos

Antonia Fontenelle detona Globo após exibição do caso de Klara Castanho: ‘Vilã da história’

Antonia Fontenelle está no centro de uma enorme polêmica após a divulgação de um caso de Adoção Legal, que na verdade o princípio de toda a história se tratava de um abuso sexual, que resultou em uma gravidez envolvendo a atriz Klara Castanho, de 21 anos.

Leia também: Ex de Klara Castanho se pronuncia após denúncia de abuso e gravidez

A história causou uma onda nas redes sociais no fim de semana, muitos internautas apoiaram a jovem e lhe enviaram mensagens de conforto, por outro lado, o público pediu veemente o “cancelamento” da youtuber, Fontenelle.

Em reportagem apresentada pelo Fantástico da Globo neste domingo (27), a apresentadora Renata Ceribelli menciona que Antonia Fontenelle falou ao vivo com seu público sobre o caso Klara Castanho. Antonia não gostou do que viu e usou as redes sociais para criticar a emissora.

Em seu desabafo, Antonia Fontenelle disse que não era responsável por divulgar a notícia de que Klara Castanho havia colocado o bebê para adoção. Fontenelle disse que sabia do caso, mas só começou a falar depois que muita gente estava tratando sobre o assunto

“Eu acabei de ver uma matéria que eu diria covarde, no Fantástico, me atacando, citando meu nome como a vilã de uma história macabra”, disse Antonia Fontenelle, que seguia inconformada com a forma que citaram seu nome na reportagem do ‘Show da Vida’.

Vale lembrar que o colunista Leo Dias, do Metrópoles e o jornalista Matheus Baldi também foram citados. Ambos foram bastante criticados pelo público, por conta da forma que abordaram um assunto tão delicado e doloroso para a jovem, com fins apenas de alcançar engajamento.

No caso de Fontenelle, a loira determinou que a emissora Globo usou o caso politicamente para atacá-la e afirmou que ela não era o vilã da história. Eventualmente, ela pediu para identificar o estuprador, para que houvesse uma punição em quem de fato é o criminoso da história.

“Quanto covardia para comigo essa matéria do Fantástico. O vilão dessa história não sou eu, a vítima relata que foi estuprada, que tal usar o espaço para capturar o verdadeiro vilão, ou vocês vão transformá-lo em vítima da sociedade? Ninguém falou do estuprados, covardes“, disse ela.

A decisão de Klara Castanho de desistir da criança é amparada por lei. Além de Antonia Fontenelle, Leo Dias foi duramente criticado por citar detalhes como o hospital e a data de nascimento da criança, o que é extremamente proibido. Klara recebeu amplo apoio de pessoas anônimas e famosas.