Notícias

Avó de criança que teve rosto desfigurado afirma que a mãe sabia das agressões: ‘É um monstro’

Avó paterna de um menino de 4 anos espancado em Jardinópolis (SP), Silvia Maria Zeferino conta que sua ex-nora, Caroline de Menezes Lima, sabia das agressões. O principal suspeito do crime é o atual companheiro de Caroline e padrasto da criança, segundo a Polícia Civil.

Silvia estava na delegacia acompanhada do filho, Vitor Manoel Zeferino, pai do menino, na manhã desta sexta-feira (15) e deu seu depoimento sobre a mãe da criança dizendo: “Esse lixo sabia. Por que não fala a verdade [a mãe]? Não é mãe, não, é um monstro para fazer isso com a criança e o outro filho dela. Mãe não deixa fazer isso que fez com meu neto”, disse.

design sem nome 18
Foto: Reprodução/EPTV

A avó conta que soube pela ex-cunhada que seu neto havia sido agredido. A mulher lhe enviou uma foto do menino com o rosto completamente desfigurado. A família paterna dará início ao processo de guarda definitiva da criança, que até então morava com a mãe.

“A guarda dele já é minha, ela não vai pegar mais ele. Vou pegar entrada da guarda.”

crianca jardinopolis
Foto: Reprodução/EPTV

Avó diz que mãe agredia os filhos

O filho mais velho de Caroline, de 7 anos, também apresentava marcas de agressão. As crianças são filhas de pais diferentes. De acordo com Andrea Correa, avó da criança de 7 anos, o menino já havia chegado em sua casa ferido algumas vezes, mas quando questionado sobre ele dizia que havia caído. Andrea, no entanto, afirma que seu neto foi espancado pela mãe.

“Ela batia nele mesmo, porque às vezes ele aparecia na minha casa todo machucado. Eu perguntava para ele e ele falava que caía, mas ela batia nele.”

design sem nome 19
Foto: Reprodução/EPTV

O caso

As agressões teriam ocorrido na tarde desta quinta-feira (14) na casa da família. As crianças foram encontradas pela tia do menino mais novo. Vizinhos relataram ouvir barulhos.

“A criança [de 4 anos] está realmente bem machucada, os dois olhos não abrem, e há a notícia de que o irmão dessa criança também teria sido agredido pelo padrasto”, disse o delegado André Baldochi.

Na porta da delegacia, a mãe dos meninos contou que chegou em casa de madrugada depois do trabalho e encontrou o caçula muito ferido. Segundo Caroline, seu parceiro não estava lá. Em seguida, ela conta que levou os filhos ao pronto-socorro.

design sem nome 17
Foto: Reprodução/EPTV

A mulher conta que um dos meninos afirmou que foi espancado com uma sandália e que as mãos do padrasto cobriu a boca dele para evitar que gritasse.

O padrasto, suposto agressor, está desaparecido desde a tarde de quinta-feira. Segundo o delegado André Baldochi, a Polícia Civil está trabalhando para localizar o suspeito. O relatório do incidente foi inicialmente registrado como lesão corporal.

“Temos que verificar o estado de saúde da outra criança e levantar diligências para que possamos instaurar o inquérito e apurar se é realmente uma lesão corporal grave ou tentativa de homicídio.”

As duas crianças foram encaminhadas ao Instituto Médico Legal (IML) para perícia.

crianca espancada novo
Foto: Reprodução/EPTV