Notícias

Câncer leva brasileira 1 mês após seu casamento dos sonhos

Um câncer agressivo interrompeu a história de amor entre a brasileira Ana Paula de Oliveira e o estadunidense Alex. A moça de 29 anos saiu de Hortolândia (SP) em 2017 para um intercâmbio nos Estados Unidos, onde estabeleceu raízes.

A jovem descobriu a doença tardiamente, mas concebeu esperança de cura e acelerou o procedimento para realizar o sonho do casamento. A solenidade aconteceu no dia 30 de abril, mas a deterioração de sua saúde levou à sua morte na madrugada de quinta-feira, 2 de maio, exatos 33 dias após a união.

“O casamento era um sonho dos dois. Meu pai e minha mãe estão muito mal, só choram. Minha mãe esteve com ela até 15 de maio, voltou porque a Ana não estava tão mal, mas quando o quadro piorou, foi de vez. Ela foi intubada no sábado e morreu na madrugada de quinta”, diz Alexandro de Oliveira, irmão da jovem.

Ana orgulhosamente apresentou suas fotos de casamento com Alex em suas mídias sociais. Segundo o irmão, ela nunca se entregou, embora soubesse da gravidade da doença que só foi descoberta em outubro de 2021, quando teve dores de estômago e procurou ajuda médica.

Volta ao Brasil

Mesmo depois de descobrir a doença e morar tantos anos em uma cidade de Rhode Island, Ana Paula voltou ao Brasil para férias em dezembro de 2021. Foi a primeira vez que ela voltou para casa desde 2017.

whatsapp image 2022 06 03 at 15.50.57
Ana Paula de Oliveira – Reprodução: G1

“Ela veio, passeou normal, e quando voltou, levou minha mãe[para os Estados Unidos]. Elas ficaram juntas por cinco meses. Havia muita esperança no tratamento. Tanto que o plano da minha mãe era ficar seis meses por aqui e depois voltar para cuidar dela lá”, contou Alexandro.

Pouco depois do retorno de sua mãe ao Brasil, o quadro de Ana Paula piorou e logo no sábado, ela não conseguia mais se alimentar e queixava-se de falta de ar, sendo internada e entubada. Órgãos começaram a falhar no domingo (29) e familiares distantes sofreram com a situação.

A família ainda não decidiu sobre a despedida de Ana, mas as previsões são de que o marido e amigos que moram nos Estados Unidos serão responsáveis pelo velório.

“Eles estão arrasados. Ainda estamos decidindo o que fazer, se vamos trazer o corpo dela ou cremar nos Estados Unidos. Talvez façam a cremação, e o Alex traga as cinzas. Eles não querem ver ela morta”, encerrou ele.