TV & Famosos

Falido, ator de Senhora do Destino vive pesadelo, dorme em rodoviária, fica dias sem comer e implora por ajuda

O ator Agles Steib, de 38, ficou sumido cinco dias depois de viajar para a Bolívia em busca de trabalho. Notavelmente, no Brasil ele é conhecido por seus papéis como Maikel Jackson, filho de Rita de Cássia, Adriana Lessa em Senhora do Destino, da Globo.

O ator está passando por graves dificuldades financeiras e implorando por um emprego. “Estou precisando muito de ajuda, trabalho de faxineiro, de qualquer coisa. Só quero trabalhar”, expressa ele. O ator estava isolado e sem dinheiro, e toda a família temia seu desaparecimento repentino.

Em entrevista à Quem, ele expôs mais sobre o fato: “Fui até a rodoviária, em Santa Cruz de La Sierra, para comprar uma passagem para a Argentina. Não cheguei a ir para a Argentina. Desci do ônibus, me comuniquei com uma senhora que falava português, porque não falo bem espanhol, e peguei um ônibus até a fronteira. Mas estava sem dinheiro e fiquei incomunicável. Dormi na rodoviária e fiquei três dias sem comunicação. A fronteira está muito perigosa e tudo isso preocupou minha mãe”, declara Agles Steib.

Medo

O ator também disse que ficou apavorado na fronteira, aos prantos declarando: “Eu não tinha dinheiro para colocar crédito no celular e, por isso, fiquei três dias sem falar com a minha mãe. Foram três dias sem comer. Estou magro e abatido. Viam que eu era brasileiro e achavam que eu ia roubar. Estou precisando muito de ajuda, trabalho de faxineiro, de qualquer coisa, eu só quero ajudar minha filha e minha família honestamente. Só quero trabalhar”.

Agles Steib, que começou a carreira aos 16 anos, diz ter muito orgulho do trabalho que realizou, além de Senhora do Destino, fez parte da Turma do Didi, Paraíso Tropical e participou do elenco de apoio de Malhação.

Vale ressaltar que esta não é a primeira vez que ele viaja para o exterior em busca de emprego. Outra vez, Agles foi roubado e estava em grande perigo. O ator então avisou: “Eu nunca mais quero tentar uma carreira no exterior. Eles não gostam dos brasileiros, é muito preconceito. Se alguém quer tentar uma carreira lá fora, tem que se preparar antes de ir. É muito perigoso”.

Agles Steib também disse que recebeu ajuda do cantor Mumuzinho porque estava com pouco dinheiro. “Não posso ter vergonha de assumir para as pessoas que estou precisando. Já trabalhei como ajudante de pedreiro e embora ame atuar, procuro trabalho em outras áreas também. Mas quando chego em lojas pedindo emprego pensam que não estou precisando porque sou ator”, concluiu o ator.