Notícias

 Mulher reage a assalto e expulsa ladrão com vassouradas; Vídeo

Uma mulher, funcionária de um estabelecimento, reagiu ao assalto e expulsou um ladrão com vassouradas na noite desta quarta-feira (27). O local fica na Fercal, no Distrito Federal. A ação foi registrada pelas câmeras de segurança da loja.

Nas gravações você pode ver o momento em que um homem chegou à loja vestindo um casaco com capuz e com as mãos nos bolsos. Ele foi até o caixa e ameaçou a funcionária. Então ela se levantou, pegou a vassoura e afugentou o homem.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi preso em flagrante e já teve outras passagens pela corporação por crimes como furto, roubo e tráfico de drogas. No depoimento, a funcionária da loja afirmou que o suspeito fingiu estar armado e a ameaçou de morte.

Segundo informações da Polícia Civil, o homem será responsabilizado pelo furto e, se condenado, pode pegar até 12 anos de prisão.

Mulheres reagem a assalto em Taguatinga, DF

No dia 16 de julho, mulheres foram flagradas em Taguatinga, no Distrito Federal, reagindo a um assalto. As duas tentaram impedir o roubo de um carro. A cena foi gravada por uma testemunha, por volta das 15h30.

As imagens mostram que uma das vítimas segurou a porta do veículo, do lado do motorista, para tentar impedir o assaltante de fechar o veículo e fugir. Certo momento do vídeo, ela conseguiu pegar uma bolsa e se afastou do carro.

A outra vítima estava um pouco mais distante. Ela foi até a porta do passageiro do carro, porém, o suspeito fugiu com o automóvel quando ela se aproximou.

impede assalto 1
Foto: Reprodução

O caso foi registrado na 12ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga Centro, como roubo de veículo. A Polícia Civil informou que a mulher foi agredida com uma coronhada na cabeça. Ela foi levada ao hospital e encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML).

Próximo ao carro, os policiais informaram que encontraram ainda um simulacro de arma de fogo, usado no crime. Apesar dos casos em questão, a orientação da Polícia Militar do Distrito Federal é de que as vítimas de assaltos não reajam, mas que após o crime, acionar a corporação pelo telefone 190.