Notícias

Pai e filha cometem incesto e vão presos por crime hediondo; polícia fica incrédula

Pai e filha foram presos pela polícia sob suspeita de estuprar pelo menos duas crianças e dois adolescentes em Belo Horizonte. Além dos crimes, o pai e a filha suspeitos tinham incesto, ou seja, parentes que mantêm relações sexuais.

Saiba mais: Luto; morre filho de querido apresentador, após acidente com ambulância

A investigação, que levou à prisão de Warner Robert de Carvalho, de 45 anos, e sua filha Lidiane Fernanda Villaverde Carvalho, de 27, começou em setembro deste ano, após denúncia de um adolescente de 14 anos que foram forçados a fazer sexo com um casal.

Uma jovem contou à polícia que Fernanda, que era vendedora de lingerie, a fotografou com peças desde os 11 anos. No entanto, algum tempo após o término do trabalho, a vendedora a ameaçava, obrigando-a a ir a motéis com ela e seu pai.

Imagem/Reprodução

Junto com a denúncia, a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão na casa de Carvalho e Fernanda, onde, além de roupas íntimas, foram apreendidos um notebook, tablets e um celular contendo fotos de crianças e vídeos com conteúdo sobre pedofilia.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Isabella Franca de Oliveira, as duas crianças do material foram identificadas e ouvidas.

Carvalho e Fernanda não se conheciam e só foram apresentados depois que a mulher atingiu a maioridade. Após o encontro, eles começaram a fazer sexo, e a filha começou a tentar as crianças a participarem dos encontros proibidos, e assim, serem abusadas pelo homem de 45 anos.

De acordo com a Polícia Civil, ambos foram presos preventivamente, após o que outra adolescente de 12 anos relatou que também foi vítima.

Carvalho e Fernanda podem ser responsabilizados pelos crimes de estupro e estupro de indefeso, previstos no Código Penal, além da produção de imagens pornográficas envolvendo menores, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (Eca).