Notícias

Pastor se revolta com fiéis por conta de candidato e o proíbe de participar da ceia: ‘Não merece tomar’

Um pastor da igreja evangélica Assembleia de Deus localizada em Botucatu, na grande São Paulo (SP), está dividindo a opinião dos internautas nas redes sociais. O religioso, identificado por Rúben Oliveira Lima, disse, durante sua ministração aos fiéis, que os crentes que declaram voto no ex-presidente Lula (PT), não merecem tomar Santa Ceia, realizada pela instituição.

“Eu ouço crentes dizendo: vou votar no Lula. Você não merece tomar a ceia do Senhor se você continuar com esse sistema. Sistema que prega que vai ajudar aos pobres, mas no casamento dele não teve um pobre”, disse o pastor.

Na ocasião, o líder religioso também afirmou que o petista é contra a Bíblia Sagrada e defende o aborto, e por tal motivo, ele não ‘aceita’ que os fiéis que defendem o partido, participem da cerimônia religiosa.

“Pelo amor de Deus, não tome Ceia. Não, não, senhor. A Ceia do senhor é santa e o povo de Deus é santo. O povo de Deus não pode pactuar, irmãos. Não, senhores! Não, senhores! Em nome de Jesus, não façam isso [tomar a Ceia]“, relatou o pastor da Assembléia.

Ao enfatizar que ‘não aceita’ que os fiéis que votam em Lula tomem a ceia, automaticamente o pastor Rúbem proíbe os mesmo de participarem do ato religioso.

Críticas recebidas

Logo que o vídeo foi postado, a repercussão foi gigante e rápida, milhares de internautas criticaram a postura do líder religioso. “Que ponto chegamos”, disparou um seguidor. “Meu Deus, as pessoas estão passando dos limites!”, disparou outro.

No entanto, outros internautas chegaram a concordar com as falas e postura do pastor. “Errado não está”, defendeu um seguidor.

O vídeo é de um trecho que foi retirado de uma live. No canto inferior da tela, é possível ver a logo da Assembleia de Deus Ministério Uma Vida com Deus. No entanto, não é possível identificar qual é o ministério da denominação.