CuriosidadesSaúde

Perderei o pênis se não lavar? Especialistas fazem alarde preocupante sobre a falta da higiene íntima e seus males

Lavar o rosto, escovar os dentes e desinfetar partes íntimas do corpo são as atividades básicas para manter a higiene diária. Parece óbvio, mas não é. Muitos homens desconhecem a importância de uma higiene íntima adequada. Às vezes eles nem sabem qual é a forma correta.

Dados da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) mostram que cerca de 500 homens sofrem amputação genital por câncer de pênis a cada ano. E qual é a relação entre amputações e lavagem do órgão sexual masculino? Tudo. A falta de higiene é uma das principais causas desse tipo de câncer.

Veja abaixo a importância de lavar o pênis, como lavar e quais cuidados o homem deve ter com o órgão genital:

1 – Quantas lavagens ao dia e como lavar?

Por mais que pareça óbvio que devemos lavar as partes íntimas todos os dias, muitos homens não sabem da importância da higiene pessoal. Os urologistas creditam isso à falta de informação desde a infância.

Os urologistas explicam que a lavagem é simples e deve ser feita com água e sabão, na hora do banho mesmo. Para limpar o pênis, o homem precisa afastar o prepúcio e expor a cabeça do órgão, conhecida como glande.

“A urina embaixo da pele (prepúcio) é ácida e pode causar fibrose, inflamação. A lavagem feita com água e sabão salva todo o risco de ter um tumor de pênis ou doença mais grave. Também vale ressaltar que não é necessário lavar o pênis a cada micção ou passar alguma pomada, antisséptico”, orienta Barroso.

2 – Deixar a área sempre seca

A região íntima masculina é muito sensível ao crescimento de fungos. Se você deixa a área úmida, automaticamente cria uma predisposição ao crescimento fúngico, o que pode gerar uma reação inflamatória, causando coceiras.

3 – Após o xixi

Especialistas explicam que o homem precisa esperar sair a última gota. “Tem homem que tem o jato urinário muito forte e a última gota sai segundos depois de acabar a urina. Mas também tem outros que demoram mais. Não tem como acelerar essa última gota, precisa esperar”.

Além disso, é preciso puxar o prepúcio para expor a glande. “É preciso esperar porque ela não vem associada à vontade de urinar. Precisa esperar e sacudir o pênis”, completa o urologista. Não existe a necessidade de passar papel higiênico, lenço umedecido, algodão.

4 – No momento do sexo a limpeza vem antes e depois

Isso também vale para a masturbação. “É muito importante higienizar o pênis após a penetração, para tirar o resto de substâncias que ficam no preservativo, resto de secreções vaginais, bactérias do ânus que não eram para estar colonizando a região do pênis. Isso vale também para a masturbação, já que também ficam resíduos, sujeira da mão, do sêmen”, alerta Rafael Neri.

5 – Sangue na urina

Se tiver sangue na urina significa que existe algum problema com seu órgão. Por isso, a primeira indicação é que o homem procure um médico. Sintomas de dor, ardência para urinar podem indicar uma infecção urinária, pedra na bexiga, cálculo renal e até tumores.

6 – Câncer de Pênis

O câncer de pênis não é tão comum, mas existe. E ele pode ser mutilante e letal. “Segundo a IARC (Agência Internacional de Pesquisa em Câncer), o Brasil carrega uma marca muito triste, fomos o pior país com maior número de casos de câncer de pênis no mundo proporcional por habitante. Isso basicamente concentrado em Norte-Nordeste. Carregamos essa bandeira triste, nada louvável. É um câncer mais agressivo e quando os homens procuram ajuda, já está avançado. É um câncer evitável, água e sabão já ajudam”, diz Neri.

Esse tipo de tumor está relacionado, em sua grande maioria, à má higiene do pênis e infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), como o HPV. Segundo Neri, de 30% a 40% dos casos de câncer de pênis estão relacionados com HPV e o tratamento vai depender da rapidez do diagnóstico.

7 – Sinais de alerta que o homem deve ficar de olho

Se a pele do pênis tiver alguma alteração de cor ou ficar mais espessa; se houver Feridas; Nódulos; Vermelhidão; Úlceras; Verrugas; Coceira; Sangue na urina; Ardência e pontinhos brancos na cueca.