Saúde

Sinais do câncer bucal que nunca devem ser ignorados; doença levou o ator Rubens Caribé

Manchas brancas ou vermelhas, feridas que não cicatrizam após 15 dias, caroços no pescoço. Em casos mais avançados, surgem sangramentos e dificuldades na deglutição e fala. Esses são alguns dos sintomas do câncer bucal, também conhecido como câncer da cavidade oral ou bucal.

É mais comum em homens com mais de 40 anos e é o quarto tumor mais comum em homens na região Sudeste, segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer). Tal como acontece com outros tipos de câncer, o desafio é um diagnóstico rápido e seguro.

Como de praxe, se o diagnóstico for feito precocemente, maior será a chance de cura do paciente, segundo Letícia Lang, dentista oncológica da Oncoclínicas Londrina e do Centro de Oncologia e Radioterapia de Londrina, no Paraná.

Os tumores podem afetar qualquer área dentro da boca. Pode envolver também a orofaringe, que é a junção do dorso da língua com a faringe, neste caso, mais associada à infecção pelo HPV.

Conheça as áreas mais comum para as lesões aparecerem:

lingua
Reprodução: Internet

A borda lateral da língua

O assoalho da boca (embaixo da língua)

Lábio inferior (dependendo do tipo de tumor, pode ser considerado câncer de pele)

Céu da boca

Bochecha interna

De acordo com a dentista Luciana Ramalho, o câncer não surge da noite para o dia, mas dá alguns sinais que podem passar despercebidos e podem ser confundidos com outras feridas. A afta, por exemplo, cura e cicatriza. “Na grande maioria das vezes, aparece como uma mancha branca ou vermelha ou como uma ferida que não cicatriza e também não dói. Se não cicatrizar em 15 dias, deve acender um alerta”.

Como mencionado, quanto mais tempo passar, pior os sintomas ficam. “Essas manchas ou feridas vão se transformando. Em casos mais avançados, aparece o mau hálito, dificuldade de falar e engolir, além de caroços no pescoço”, pontua.

Veja os sintomas:

Manchas brancas ou avermelhadas;

Feridas que não cicatrizam após 15 dias;

Nódulos ou crescimento da mucosa;

Nódulos no pescoço (às vezes, há apenas o sintoma presente)

Em casos mais graves:

Dificuldade para mastigar, engolir e falar;

Sensação de que há algo preso na garganta;

Mau hálito;

Dificuldade para movimentar a língua;

Sangramentos

Existem formas de prevenir o câncer de boca, que envolvem os seguintes cuidados:

Não fumar;

Limitar o consumo de bebida alcoólica;

Manter a boa higiene bucal;

Ter uma alimentação saudável;

Ir ao dentista regularmente;

Usar camisinha nas relações sexuais;

Vacinar-se contra HPV;

Se trabalhar exposto ao sol, usar chapéu de abas largas e protetor labial;

Procurar rapidamente atendimento médico caso apareça algum dos sintomas acima.