CuriosidadesSaúde

Você tem estes sinais na pele? Saiba quais riscos eles trazem à saúde e se precisa removê-los

Recomendado por um dermatologista a sua remoção e realização de biópsia para verificar se há características malignas.

Acrocórdons, também conhecidos como pólipos fibroepiteliais, são pequenas lesões da pele, normalmente da mesma cor, totalmente benignas e sem sintomas preocupantes. São mais comuns no pescoço, na virilha e nas axilas, possuindo entre 2 e 5 mm de diâmetro.

Os fibromas moles aparecem com mais frequência em pessoas acima dos 30 anos, que tem histórico familiar de acrocórdons ou que possuem hipertensão, obesidade, diabetes e/ou síndrome metabólica, obtendo mais chance de desenvolvimento na gravidez e no carcinoma de células basais. Nesses casos, muitas vezes se associam a outra lesão cutânea, a acantose nigricans.

O fibroma não representa um risco para a saúde, sendo assim eles são removidos pelas pessoas por motivos de estética ou por ficar irritado com o atrito das roupas. A remoção do fibroma é feita pelo médico dermatologista no consultório, o procedimento é bastante simples, se faz com aplicação de uma anestesia local para a remoção ou, dependendo do caso, um congelamento do fibroma, nesse caso, ele cai sozinho depois de algum tempo.

No caso dos fibromas com grandes dimensões, pode ser necessária a realização de um procedimento cirúrgico mais extenso para remoção completa. Então, é necessário que o indivíduo tenha alguns cuidados após o procedimento, sendo recomendado descansar e comer alimentos que favoreçam a cicatrização e a melhora do sistema imunológico.

5 cuidados após qualquer tipo cirurgia

  1. Evitar a ingestão de alimentos ou de líquidos, especialmente nas primeiras 3 a 5 horas após o procedimento, pois é normal surgirem náuseas e vômitos ocasionados pela anestesia.
  2. Descansar e evitar esforços nos primeiros dias de recuperação, evitando a possibilidade de rompimento dos pontos e complicações;
  3. É necessário fazer curativo da região operada, mantendo sempre uma ótima higiene no local e evitando surgimento de infecção ou inflamação ;
  4. Proteger o local que ocorreu a operação na hora do banho ou quando for realizar a sua higiene pessoal;
  5. Fique atento se por acaso haver surgimento de sinais de infecção ou de inflamação na cicatriz da cirurgia, e também se aparece sintomas de inchaço, dor, vermelhidão ou mau cheiro.

Quando a recuperação é feita em casa, é extremamente importante saber como e quando fazer o curativo e como deve ser a alimentação. Apenas o médico pode dar a liberação, quando for possível retornar à atividade física e o trabalho. Isso acontece porque o tempo varia de acordo com o tipo de cirurgia realizada, resposta do organismo do paciente.